Cuidados com a pele no outono.

shutterstock_183347192

 

Um solzinho quente de manhã e um friozinho gostoso durante a noite: assim é o outono. Uma das estações mais agradáveis do ano. No entanto, a época exige atenção redobrada com a beleza, pois o clima seco causado pela baixa umidade do ar tende a maltratar a pele.

As mulheres devem ter preocupações com o ressecamento, que piora muito nesse período. A água quente no banho e o uso de buchas, por exemplo, facilitam o surgimento de coceiras e outras dermatoses, porque retiram a gordura natural necessária para a manutenção de uma aparência saudável.

O abuso de sabonetes e produtos à base de àlcool também colabora para uma pele sem vida. Saiu do banho, aplique um bom hidratante com compomentes como uréia, ceramidas e óleos essenciais. Lava o rosto muitas vezes por dia? A dica é utilizar apenas água morna e um pouco de sabão, preferencialmente com pH neutro.

Ao contrário do que se pensa, o sol do outono também é prejudicial para a beleza. Mesmo em dias frios e nublados é essencial continuar usando o protetor solar, pois segundo a especialista, a emissão de raios ultravioletas é ininterrupta. Pessoas que não estiverem com a proteção ficam mais suscetíveis aos danos causados pelos raios UV.

Quando a irritação é provocada por tecidos mais quentes
Qualquer componente que não tenha sua composição 100% de algodão pode desencadear algum tipo de alergia, e a lã é uma delas. Portanto, deve-se evitar o contato desse tecido direto com a pele. Experimente vestir uma camiseta de algodão de manga comprida, e aí, sim, por cima dela, uma peça mais quente para se proteger do frio, sugere. Desse modo, você evita o surgimento de alergias e fica ainda mais quentinha durante o outono.

Fique de olho!
O uso de loções oleosas e a exposição ao vento gelado também desencadeiam, ou pioram, quadros de acne e dermatite seborreica: Duas principais doenças típicas da estação. A seborreia (a famosa caspa) é uma enfermidade crônica e, apesar de não ser contagiosa é mais frequente do que se imagina, atingindo as regiões da pele com aumento das glândulas sebáceas, como couro cabeludo e face. Vermelhidão local, coceira e a presença de descamação fina e de coloração branca são alguns dos sintomas que indicam a doença.

Já a acne não apresenta ligação com piora nessa época do ano, no entanto, a dica para diminuir a oleosidade da pele provocada é manter uma higiene facial com o uso de sabonetes líquidos à base de ácido salicílico, peróxido de benzoíla ou ácido retinoico. Vale também investir no uso do protetor solar em gel ou loção sem óleo para evitar um escoriamento quando surgirem lesões inflamatórias. Em alguns casos, as marcas são mínimas, mas em outros as cicatrizes tornam-se mais evidentes, perturbando a qualidade de vida, desencadeando ou agravando problemas emocionais, sobretudo na adolescência.

Na ausência de um tratamento adequado, o quadro de acne pode manter-se por muitos anos. Tratamentos inadequados deixam marcas inestéticas. Por isso é importante o diagnóstico precoce e correto, evitando assim possíveis complicações desnecessárias.

É importante lembrar que não basta hidratar por fora. Para ter uma linda, é preciso ingerir, pelo menos, dois litros de água todos os dias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s